CADASTRE SEU E-MAIL - Receba inteiramente grátis nossas matérias e formações

O CRISTÃO CATÓLICO:

Delivered by FeedBurner

quinta-feira, 27 de abril de 2017

A Eucaristia “Penhor da futura glória”

Numa antiga oração, a Igreja aclama assim o mistério da Eucaristia: Ó sagrado banquete, em que se recebe Cristo e se comemora a sua paixão, em que a alma se enche de graça e nos é dado o penhor da futura glória. Se a Eucaristia é o memorial da Páscoa da Senhor, se pela nossa comunhão no altar somos cumulados da plenitude das bênçãos se graças do céu, a Eucaristia é também a antecipação da glória celeste.

Na última ceia, o próprio Senhor chamou a atenção dos seus discípulos para a consumação da Páscoa no Reino de Deus: “Eu vos digo que não voltarei a beber deste fruto da videira, até o dia em que beberei convosco o vinho novo no Reino do meu Pai” (Mt 26,29). Sempre que a Igreja celebra a Eucaristia, lembra-se desta promessa, e o seu olhar volta-se para “Aquele que vem” (Ap 1,4). Na sua oração, ela clama pela sua vinda: “Marana tha” (1Cor 16,22), “Vem, Senhor Jesus!” (Ap 22,20), “que a Tua graça venha e que este mundo passe!”.


A Igreja sabe que, desde já, o Senhor vem na sua Eucaristia e que está ali, no meio de nós. Mas esta presença é velada. E é por isso que nós celebramos a Eucaristia enquanto aguardamos a feliz esperança e a vinda de Jesus Cristo nosso Salvador, pedindo a graça de ser acolhidos “com bondade no vosso Reino, onde também nós esperamos ser recebidos, para vivermos [...] eternamente na vossa glória, quando enxugardes todas as lágrimas dos nossos olhos; e, vendo-Vos tal como sois, Senhor nosso Deus, seremos para sempre semelhantes a Vós e cantaremos sem fim os vossos louvores, por Jesus Cristo nosso Senhor” (Oração Eucarística III).

Desta grande esperança - dos novos céus e da nova terra, onde habitará a justiça - não temos garantia mais segura nem sinal mais manifesto do que a Eucaristia. Com efeito, cada vez que se celebra este mistério, “realiza-se a obra da nossa redenção” e nós “partimos o mesmo pão, que é remédio de imortalidade, antídoto para não morrer, mas viver em Jesus Cristo para sempre” (S. Inácio de Antioquia).

Fonte: Catecismo da Igreja Católica 1402/1405
Foto retirada da internet caso seja o autor, por favor, entre em contato para citarmos o credito.

DEIXE SEU PEDIDO DE ORAÇÃO

Fique com Deus e sob a proteção da Sagrada Família
Ricardo Feitosa e Marta Lúcia
Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica

Se desejar receber nossas atualizações de uma forma rápida e segura, por favor, faça sua assinatura, é grátis. Acesse nossa pagina: https://ocristaocatolico.blogspot.com.br/ e cadastre seu e-mail para recebimento automático, obrigado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ajude-nos a melhorar nossa evangelização, deixe seu comentário. Lembre-se no seu comentário de usar as palavras orientadas pelo amor cristão.

Revista: "O CRISTÃO CATÓLICO"
Crendo e ensinando o que crê e ensina a Santa Igreja Católica